Retenção de talentos: como preservar um time de sucesso

Na série de posts do Grupo Brandili sobre como montar uma loja de roupas, há um tópico em especial que despertou o interesse das nossas leitoras: como reter os talentos da minha empresa? Essa é uma pergunta essencial para o crescimento financeiro e geral do empreendimento, já que são os funcionários qualificados que ajudam a manter o negócio bem sucedido.

Para entender exatamente como manter os colaboradores que têm uma aptidão excepcional para o trabalho interessados em sua vaga, continue a leitura do nosso guia sobre a retenção de talentos!

O que significa retenção de talentos?

Para começar, que tal entender exatamente o que significa esse termo tão comentado entre os profissionais dos Recursos Humanos? A retenção de talentos é uma estratégia que envolve práticas capazes de tornar o ambiente de trabalho mais atrativo, vantajoso e único aos profissionais.

Quando se tem colaboradores qualificados desempenhando um trabalho valioso, os donos de loja e gestores precisam oferecer recursos que estejam à altura do seu nível, o que não envolve somente aumentar o salário. Isso fará com que os profissionais possam não apenas se desenvolver, mas também querer participar ativamente do crescimento da empresa.

Caso contrário, o ambiente de trabalho que você proporciona a eles será como o de qualquer outra loja, o que não dará motivos para que os talentos queiram permanecer no cargo em meio a um mercado de trabalho competitivo que valoriza, acima de tudo, a mão de obra qualificada.

Quais os benefícios da retenção de talentos?

As práticas da retenção de talentos exigem investimentos, tempo e esforços, mas os seus benefícios se provam incrivelmente mais vantajosos a curto e longo prazo quando se analisa os recursos da empresa por meio de uma visão sistêmica. Veja só os efeitos que as vantagens surtirão:

Clima organizacional satisfatório

O clima organizacional de uma empresa depende da compreensão das necessidades, percepções e preocupações dos colaboradores. As práticas de retenção de talentos visam cuidar de todos esses aspectos, fazendo com que as melhorias aumentem o nível de satisfação pessoal na empresa e produzam equipes mais engajadas.

Uma das principais práticas relacionadas com a manutenção do clima organizacional da empresa são as pesquisas de opinião, que geralmente são feitas online por ferramentas como o Google Forms e incluem perguntas do tipo “Você tem sugestões de melhorias?”, “Aconteceu alguma situação que te incomodou?” e “O que você acha dos benefícios oferecidos”.

Gastos trabalhistas reduzidos

Grande parte dos gastos de uma empresa são provenientes dos processos de seleção, recrutamento, treinamento e desligamento de colaboradores. Especialmente para micro e pequenas empresas, a saída precoce de um contratado e os novos custos que ela gera são muito significativos. Ao investir na retenção de talentos, você garante que nenhum colaborador terá motivos para encerrar o contrato antes do tempo previsto.

Employer brand fortalecido

O “employer brand” é quando a empresa é e buscar se apresentar como uma boa empregadora. Esse cuidado tem entrado na lista de prioridades das lojas e empreendimentos modernos, pois faz com que os próprios colaboradores se tornem promotores da qualidade de seu ambiente de trabalho e reforcem a sua boa imagem no mercado.

Essa boa imagem costuma ser garantida pelos selos “Great Place To Work” ou “Melhores Empresas para se trabalhar” que são atribuídos a grandes corporações. No entanto, mesmo no caso de pequenos lojistas que não recebem esses selos, é importante lembrar que o Employer brand ainda é feito, só que pelas próprias falas dos colaboradores.

Atração de novos talentos

Diante do reconhecimento de que sua empresa possui um clima organizacional de qualidade e que realmente investe na retenção de talentos, mais pessoas qualificadas se interessarão em se tornar colaboradoras. Afinal, as práticas de retenção de talentos ainda são consideradas grandes diferenciais e contam muito na hora de escolher de uma vaga.

Veja também: como fazer um processo de recrutamento de pessoas eficiente.

O que a empresa pode fazer para reter talentos?

Bem, agora que você entende o quanto a retenção de talentos é vantajosa, que tal ver algumas dicas de como exercer as práticas? Ao contrário do que muitos acreditam, apenas aumentar o salário não é a solução mais eficaz. É complexo agradar colaboradores com perfis diferentes, de forma que um esforço diversificado precisa ser feito. Confira:

1. Investir na gestão de pessoas

Em empresas grandes, a gestão de pessoas é feita pelo setor especializado de RH, mas as micro e pequenas empresas podem eleger um gerente qualificado para a função. De qualquer forma, ela é essencial para perceber as satisfações e insatisfações dos colaboradores, mantendo os pontos positivos e corrigindo os negativos o quanto antes.

Essa é uma área que demanda muito estudo, pois não é uma ciência exata: na verdade, a gestão de pessoas usa de diversas metodologias e deve acompanhar as inovações no setor, mas esse esforço com certeza vale a pena se contribuir para a retenção dos talentos da empresa.

Para exemplificar, vamos pensar no fato de que, até pouco tempo atrás, a prática de mapeamento de perfis comportamentais não existia no setor de RH, o que ignorava toda a complexidade individual dos colaboradores e tratava-os como uma única organização. Hoje, por meio desses testes, podemos atender e auxiliar nosso time de forma precisa e humanizada, e por isso é tão importante se manter a dos novos estudos de gestão de pessoas.

2. Oferecer um ambiente de trabalho humano e acolhedor

Hoje em dia, as empresas mais bem sucedidas são as que investem em uma cultura positiva. A partir dos estudos sobre clima organizacional que mencionamos acima, você pode entender como transformar o ambiente de trabalho num espaço agradável a ponto de trazer satisfação aos colaboradores, o que sem dúvidas terá um impacto palpável no rendimento produtivo e até financeiro.

Criar espaços de descontração, oferecer confraternizações, ministrar palestras sobre saúde mental, compreender os possíveis erros e valorizar as conquistas são ótimos exemplos de atitudes que tornam o ambiente de trabalho bem mais humano e acolhedor.

3. Benefícios além do salário e plano de carreira

É claro que o salário é um ponto importantíssimo, mas não é o único que afasta colaboradores qualificados ou convence-os a permanecer no emprego. Até porque o valor monetário é algo que toda empresa oferece, mas as práticas de retenção de talentos, não. Esses são alguns dos benefícios que podem fazer a diferença na maior permanência de um profissional:

  • Auxílio-creche;
  • Convênios com clubes de lazer ou academias;
  • Parcerias com instituições de ensino (faculdades, cursos técnicos);
  • Planos de saúde médicos e odontológicos;
  • Sistemas de recompensas com prêmios e bonificações;

Fora isso, um plano de carreira possível e bem estruturado é essencial para fazer com que o colaborador se sinta parte da empresa e tenha um propósito de crescimento, contornando possíveis sentimentos de estagnação que os afastam da sua loja.

4. Praticar uma comunicação objetiva com feedback

Um dos pontos que mais contam para um colaborador é saber que as suas opiniões são ouvidas e levadas em consideração. Por isso, essa valorização não pode faltar quando você estiver planejando as estratégias de retenção de talentos, assim como o feedback (ou retorno, em português).

O feedback nada mais é do que as pontuações positivas e negativas sobre o colaborador que o superior deve fazer de maneira objetiva, clara e honesta. Além de fazer o profissional perceber que há gestores se preocupando com o seu desenvolvimento, essa prática faz a própria organização crescer como um todo.

E aí, gostou das nossas dicas? Com as práticas de retenção de talentos em ordem, que tal aprender também sobre algumas práticas de vendas? Confira o nosso post sobre o comportamento do cliente de varejo de moda no meio digital e entenda como expandir o seu negócio na modernidade

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário