Varejo de moda: comportamento do cliente no meio digital!

Com a pandemia do Covid-19, o e-commerce passou por uma ascensão sem precedentes: as vendas em lojas online cresceram exponencialmente, assustando os comerciantes que estavam acostumados com a dinâmica de comércios físicos. Agora, temos que aprender a lidar com a elaboração de sites, marketing digital, serviços de entrega e muito mais.

Se você está sentindo dificuldades nessa adaptação ou é um lojista que quer descobrir mais sobre o universo do comércio digital, continue lendo este post! Aqui, o Grupo Brandili vai te explicar como os usuários tendem a se comportar em e-commerces e até mesmo como transformar o seu ponto de venda em uma experiência tão boa quando ela seria pessoalmente.

Com essas informações, você elevará o rendimento do seu varejo de moda a o outro nível! Veja só:

O comportamento do usuário em lojas online

Os setores de Moda e Acessórios são os que mais sentem a crescente no interesse por veículos de compras online. Não há duvidas que investir nisso é a opção mais rentável para os lojistas nesse ano e nos próximos, já que os especialistas em marketing apontam que esse crescimento é o novo padrão para o cenário.

Afinal, quem não ama ter infinitas possibilidades de lojas e produtos a um clique? Já avisamos que processo de se inserir no e-commerce é difícil, mas vantagens como a possibilidade de expandir as suas vendas para o Brasil inteiro compensam o trabalho. Para começar, gostaríamos de apontar que o brasileiro visita, em média, 8 sites diferentes antes de finalizar uma compra.

Ou seja, você está lidando com consumidores extremamente exigentes, então cada detalhe conta. Assim como a loja física, varejo online precisa ser bem apresentado! Esses são alguns pontos obrigatórios para o sucesso e a confiabilidade de qualquer site:

  • Interatividade;
  • Interface agradável;
  • Facilidade de navegação;
  • Variedade e estoque bom disponível;
  • Descrições completas e explicativas em produtos e categorias;
  • Segurança transacional, garantida pelo certificado SSL.

A jornada de compras começa quando o usuário faz a pesquisa no Google, então você tem que garantir, por meio da correspondência de palavras chave e indexação, que o seu produto vai aparecer na SERP (Search Engine Research Page, ou página de resultados). Clicando no seu site, o cliente precisa encontrar o seu catálogo disposto demaneira organizada e com um layout fácil de entender.

Nesse ponto, precisamos pontuar sobre a importância de ter um estoque com variedade de produtos e com grade completa. Ter atenção a esse ponto implica em afirmar que há uma possibilidade de evitar o “abandono de carrinho”, prática que consiste em ter um cliente engajado em um primeiro momento, mas perdê-lo posteriormente, devido a falta do produto desejado no tamanho ou na cor que o usuário gostaria.

Falhar nesses pontos é o mesmo que perder uma venda porque as pessoas não conseguem encontrar o que procuram na sua loja, e é por isso que estudar a jornada de compras e tentar ao máximo corresponder às expectativas do usuário com relação ao estoque é tão importante! Invista no layout do seu site para que ele seja um lugar que incentiva a busca e o interesse dos clientes pelos produtos.

Por falar em design do site, você já parou para pensar nas diferenças entre comprar pessoalmente versus online? Descubra agora mecanismos que podem oferecer uma experiência incrível ao consumidor através das telas:

Ponto de venda online: ofereça uma experiência completa

Na loja física, você tem a possibilidade de transformar a visita dos clientes em uma viagem, por meio de detalhes como móveis padronizados, uma fragrância assinatura da marca e um atendimento agradável. Os e-commerces não podem usar de nenhum desses recursos, e é por isso que muitos lojistas acreditam que o online já vem com desvantagens.

Contudo, garantimos que há alternativas extras que podem potencializar a experiência do usuário no seu site e até incentivá-lo a sentir uma conexão com a marca. Vem com a gente conferir como aumentar o encanto do seu varejo pelo celular ou computador:

Vitrines interativas

Um clique é bem mais difícil de conseguir do que parece, então sugerimos que você inclua ícones navegacionais na ‘vitrine’ de cada produto. Se o cliente conseguir escolher a cor, o tamanho e o modelo de sua preferência sem precisar mudar de tela, as chances de mais pessoas encontrarem o que desejam são bem maiores.

Fotos

Muitas fotos! E bem produzidas, claro. Fisicamente, os clientes conseguem sentir as texturas, a qualidade do tecido e ver o produto de infinitos ângulos. Para suprir essa carência do e-commerce, a única solução são as fotografias e as descrições, então você precisa incluir várias no site.

Há câmeras de ultra qualidade que conseguem captar até as tramas de cada tecido, então o usuário sabe exatamente o que vai receber em casa e tem a sensação de estar pertinho da roupa. É preciso investir em boas máquinas para alcançar esse nível de fotografia, mas o retorno desse investimento estará justamente no aumento das vendas!

Provador virtual

Sim, é possível incluir um provador no seu site! Essa é uma das partes que mais fazem diferença na hora da decisão final de comprar um item, então ter um mecanismo que replique uma prova física é um grande diferencial para as lojas de roupa online. O provador virtual coleta alguns dados como a altura, peso e tipo de corpo einforma o tamanho da peça que seria ideal e como ela ficaria em cada corpo.

Ou seja, além de oferecer mais um incentivo para que o cliente finalize o carrinho, você diminui as chances de compras em tamanhos errados e não tem que lidar com futuras solicitações de trocas! Viu só como é possível sim oferecer uma experiência completa no seu e-commerce?

Prontinho, agora você está pronto para entrar no universo do varejo de moda online e arrasar nas vendas. Continue empreendendo com a Brandili!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário