Aprenda como montar uma loja de roupas com este passo a passo simples

Com a internet, aprender como montar uma loja de roupas se tornou muito mais simples. Empreender é o sonho de muita gente, mas tirar a ideia do papel é um passo assustador, já que o processo parece bastante burocrático e complicado. Além disso, segundo pesquisas do Sebrae uma boa parte das empresas brasileiras deixam de existir antes de completarem dois anos de idade.

Por esses motivos, estudar o processo, entendê-lo com mais profundidade e se familiarizar com todos os desafios que estão por vir é uma ótima forma de se preparar para abrir uma loja de sucesso. O primeiro passo é, sem dúvidas, buscar informação – e isso você está fazendo agora mesmo!

Neste artigo, a Brandili lista dicas para quem deseja entender como montar uma loja de roupas no atual mercado brasileiro. Seguindo a leitura, você poderá conferir o nosso passo a passo, além de encontrar as respostas para as principais dúvidas que cercam esse processo, como: o que preciso comprar para abrir uma loja de roupas; quanto custa abrir uma loja; e qual a documentação necessária. Vamos conferir?

Antes disso, uma sugestão de leitura nossa: conheça o programa Empreenda com a Brandili. Um projeto para quem tem DNA empreendedor e busca um modelo de negócio descomplicado e promissor. Contando com o suporte de uma empresa com mais de 55 anos de experiência no segmento de vestuário infantil.

Passo a passo: Como montar uma loja de roupas que dê certo

Em qualquer ramo, ter um bom planejamento de negócio é essencial para garantir o sucesso de um empreendimento. Portanto, pensar em todos os detalhes e ter estratégias bem definidas para seu negócio – ao invés de apenas se deixar levar pelas situações que a vida de empreendedor te colocar – é um passo indispensável nessa nova empreitada. Com nosso tutorial de como montar uma loja de roupas, o principal ensinamento que queremos te passar é: um bom planejamento faz toda a diferença.

Entenda mais sobre isso com o passo a passo abaixo:

Passo 1 – Lapide bem a sua ideia e deixe-a mais concreta

Você quer montar uma loja de roupas, certo? Mas já pensou sobre como essa loja será? Quais serão seus diferenciais, o que ela vai vender? Ou, ainda, onde ela vai ficar e como será o seu relacionamento com os clientes? Fazer essas perguntas e encontrar as respostas para elas te ajudará a deixar sua ideia menos abstrata e mais próxima da realidade, o que, no futuro, te ajudará a tomar decisões de forma mais estratégica e assertiva para o que você tem em mente.

Defina o seu público e afunile suas estratégias

Quem vende para todo mundo acaba, na realidade, vendendo para ninguém. Mesmo que sua loja ofereça opções de peças para diferentes pessoas, é importante ter claro qual é o seu principal cliente, pois é ele que vai guiar suas estratégias. Para definir o seu público-alvo, é interessante ter informações como:

  • gênero;
  • faixa etária;
  • classe social / poder de compra;
  • região geográfica;
  • hábitos de consumo;
  • e outras informações pertinentes.

Por exemplo, você pode definir que o seu público-alvo são mulheres, dos 25 aos 35 anos, pertencentes à classe A e B, que moram em bairros nobres de sua cidade e que fazem compras no centro, com consumo atualmente guiado pelas informações que elas encontram na internet sobre os produtos que querem comprar. Simples assim, e você terá um público-alvo, que será útil para definir os pontos que vêm a seguir. Nesse caso, não faz sentido abrir a loja em um centro comercial público C/D)

Defina quais são as roupas que você vai vender

O ramo de lojas de roupas é bastante abrangente, pois pode abraçar diferentes modelos de negócios. Qual é o tipo de loja que você quer ter? Dentre as possibilidades, estão:

  • loja de roupas femininas;
  • loja de roupas masculinas;
  • loja de roupas infantis;
  • loja de trajes de festa;
  • loja de roupas íntimas;
  • loja de moda praia.

Cada uma delas tem suas características específicas, o que exigirá de você estratégias bem pensadas para a área. Afinal, gerir uma loja de roupas íntimas é algo bem diferente de ter uma loja de roupas infantis, não é mesmo? Isso, por exemplo, será um fator a ser considerado na hora de decidir qual vai ser o ponto de venda da sua loja.

Defina seu ponto de vendas e os canais para conquistar clientes

Você já se perguntou onde irá montar sua loja de roupas? Para tomar essa decisão, é importante encontrar um ponto que funcione tanto para você quanto para seus clientes. Se encontrar um lugar que o aluguel seja compatível com seu orçamento mas que não é frequentado por seu público-alvo, essa escolha não fará tanto sentido, não é mesmo? O mesmo vale para a situação contrária: estabelecer seu ponto de vendas onde seu público sempre frequenta mas que, no fim das contas, você precisará sacrificar boa parte das finanças para pagar as contas dali. O equilíbrio é essencial!

Não somente definir seu ponto de vendas, também é interessante ter claro qual vai ser o seu canal de vendas, isto é, como seu cliente irá se relacionar com sua loja para adquirir as roupas que você vende. Não entendeu? A gente simplifica! Alguns exemplos de canal de vendas que você pode definir são:

  • vendas no balcão, na loja física;
  • vendas pelo Instagram;
  • por e-commerce ou marketplace;
  • por sistema delivery;
  • ou de porta em porta.

Assim ficou mais claro, não é? Dependendo do público-alvo da sua loja e das características da sua cidade, um canal de vendas pode ser muito mais pertinente do que os outros. Pense sobre isso!

Passo 2 – Estude e analise sua concorrência

Entender o ambiente que você vai se inserir também faz parte desse processo de montar uma loja de roupas. A observação que você fará de seus concorrentes vai te ajudar a entender quais são os pontos fortes e pontos fracos de negócio, o que servirá de benchmarking (pesquisa da concorrência) para você. Ou seja, você poderá definir quais pontos você precisa fortalecer para ser tão bom quanto seus concorrentes e, também, quais pontos é possível trabalhar para se destacar e sair na frente dessas outras empresas.

Se parar para pensar bem, fica fácil entender o porquê de fazer essa análise: seus concorrentes estão há muito tempo no mercado, já conquistaram seu espaço, têm seu público fidelizado e já cometeram muitos erros e acertos na gestão. Com todas as informações que você reunir da sua análise, é possível fazer do seu negócio um empreendimento forte o bastante para bater de frente com essa concorrência.

Passo 3 – Legalize sua empresa junto a um contador

Para as pessoas que querem aprender como montar uma loja de roupas, o processo de formalização e abertura do CNPJ é, muitas vezes, o passo mais assustador e desencorajador. Isso acontece porque é difícil entender com profundidade todos os procedimentos necessários e todas as taxas que são exigidas nos diferentes órgãos. Cartório, Junta Comercial, Prefeitura, Corpo de Bombeiros… São tantos lugares para ir que é comum ficarmos perdidos.

Entretanto, existe uma forma mais fácil de vencer toda essa burocracia: com ajuda especializada. Estamos falando dos contadores, que entendem de todos esses procedimentos e podem tornar esse processo de fundação da empresa muito mais simplificado para você.

No fim das contas, ter um contador vai ser uma obrigação da sua empresa assim que ela estiver fundada. Por isso, por que não adiantar essa escolha e já buscar pelo contador de sua confiança desde o início da sua ideia? Assim, você não precisará se preocupar com esses processos burocráticos que fazem muitos novos empreendedores perderem os cabelos de tanta confusão!

Passo 4 – Faça um planejamento financeiro

Ter o bom controle das finanças desde o início também é um passo fundamental para o sucesso do seu empreendimento. Isso porque o principal motivo que levam as empresas fecharem antes de completarem dois anos de atividade é justamente a má gestão financeira. Para ir no caminho contrário a isso, o primeiro passo é ter um planejamento financeiro que consiga prever diferentes situações.

Normalmente, os planejamentos são feitos considerando três diferentes cenários: o otimista, o pessimista e o realista. Dessa forma, torna-se possível ter uma estratégia traçada desde o início para não deixar suas finanças se tornarem uma pedra em seu sapato se, por exemplo, os primeiros meses de vendas não forem tão positivos quanto você desejava no início do seu planejamento de negócio.

Depois de ter o seu planejamento financeiro pronto, também é importante efetivamente usá-lo ao invés de apenas guardá-lo na gaveta e não o consultar nunca mais. Ele será uma ferramenta que ajudará a guiar os gastos e investimentos do seu negócio. Portanto, é importante sempre manter um controle disciplinado das finanças, registrando todas as entradas e saídas de dinheiro do negócio. A cada mês – ou até mesmo a cada semana – você poderá usar esses registros para fazer análises e tomar decisões estratégicas.

Passo 5 – Faça um plano de marketing

Já ouviu aquela fala de que a propaganda é a alma do negócio? Aqui, ela não deixa de ser realidade. Hoje em dia, estar na mente do público é um requisito para quem quer conquistar cada vez mais vendas. Para isso, você poderá planejar também, antes de abrir sua loja de roupas, as suas estratégias de comunicação.

Você pode estar se perguntando como isso é feito, certo? Calma! É mais simples do que parece, nós prometemos! No plano de marketing, você irá definir pontos como:

  • quais canais você irá utilizar para atingir seu público (Instagram, Whatsapp e Panfletagem são alguns exemplos);
  • quais mensagens você irá transmitir por esses canais (Promoções, dicas de looks, descontos exclusivos, lançamentos que acabaram de chegar…);
  • qual vai ser a sua frequência de comunicação (1 post por dia nas redes sociais, por exemplo);
  • e quais resultados você irá manter controle para se certificar de que sua estratégia está dando certo (número de seguidores, número de compras pela internet e aumento de visitas na loja, entre outros).

Passo 6 – Mantenha relacionamentos próximos com o público após a inauguração

Com todo o planejamento pronto, documentações em dia e espaço preparado para receber seus clientes durante a inauguração, você já será uma pessoa pronta para abrir as portas da sua loja de roupas. Se definiu estratégias que fazem sentido com seu público-alvo e executou bem o seu plano de comunicação, é provável que sua inauguração seja um sucesso, atraindo vários potenciais compradores para seu negócio.

Nesse ponto, é importante pensar em como você fará para garantir que essas pessoas voltem a comprar de você e, além disso, recomendem sua loja para outras pessoas. Isso se dará pelo relacionamento que você irá estabelecer com seu público, o que pode ser feito de diferentes formas.

Cartões de fidelidade com descontos especiais, listas de transmissões com todas as ofertas e brindes para a primeira compra são alguns exemplos. Vale a pena soltar a criatividade!

Principais dúvidas sobre o processo de abertura de uma loja de roupas

O passo a passo foi simples, mas, é claro que ao longo do processo surgirão novos desafios e um par de dúvidas. Por isso, respondemos abaixo as principais questões que você já deve ter em mente desde agora, veja só:

Quanto custa para abrir uma loja de roupas?

Infelizmente, não há uma resposta padrão para essa pergunta. Tudo irá depender das características da sua loja e de outros fatores, como a região que você mora e o modelo de negócios que você definir para o empreendimento. Com isso em mente, existem pessoas que conseguem abrir uma loja com menos de 10 mil reais, enquanto outros empreendimentos exigem bem mais que isso.

Uma coisa é certa: apenas para as documentações de abertura do CNPJ é necessário separar, no mínimo, 2 mil reais. Além desse custo, você deverá separar parte do seu investimento inicial para:

  • custos com o espaço da sua loja (aluguel, reformas, móveis, decoração, etc);
  • equipamentos e sistema de gestão;
  • capital de giro;
  • contratação de pessoal;
  • e aquisição de peças para o estoque.

O custo para abrir a loja varia muito de caso a caso, pois a lista de gastos pode não ser exatamente assim. Para alguns negócios, novos gastos são colocados na conta, enquanto outros talvez não precisem se preocupar com todos eles. Por isso, o planejamento financeiro é um passo no nosso tutorial de como montar uma loja de roupas. Não pule ele!

O que comprar para montar uma loja de roupas?

Outro ponto que deixa muita gente ansiosa: a lista de compras com tudo o que é preciso para transformar uma sala comercial vazia em uma verdadeira loja de roupas, pronta para atender diferentes clientes. De forma geral, o que é preciso nesse início são itens como:

  • computadores;
  • impressoras de nota fiscal;
  • telefone;
  • balcões;
  • araras;
  • prateleiras;
  • manequins;
  • itens de papelaria;
  • espelhos;
  • sacolas;
  • decorações;
  • e o seu estoque de peças de roupa!

Quais são os documentos necessários para abrir uma loja de roupas?

Ela mais uma vez tirando o nosso sono: a burocracia! Tirar um CNPJ requer mais documentos do que muita gente pode imaginar e, por isso, é bom estar preparado. De forma geral, os documentos que serão exigidos para legalizar o seu negócio são:

  • contrato social;
  • inscrição estadual;
  • inscrição municipal;
  • registro na junta comercial do seu estado;
  • alvará de funcionamento
  • licença dos bombeiros para uso do seu espaço físico;
  • registro na Previdência Social.

Mais uma vez, o contador pode ser de grande ajuda nesse processo. Lembre-se disso e não sofra sozinho ou sozinha!

Que tal contar com a ajuda da Brandili neste processo?

Após essa leitura ficou muito mais fácil entender como abrir uma loja de roupas, não é? Nós esperamos que sim! Se quiser continuar estudando mais sobre o assunto, continue a leitura conferindo os outros posts disponíveis aqui no blog Amor por Empreender.

Esse é o projeto que o Grupo Brandili criou para ajudar outras pessoas como você a tirarem do papel esse sonho de ter seu próprio negócio. Nós temos, inclusive, a sugestão perfeita para você continuar a leitura por aqui. Confira o post: Análise de Mercado – O que é e como fazer a sua. O conteúdo disponível será de grande ajuda ao fazer a análise de seus concorrentes. Confira o post.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário