Compras de Natal: confira as tendências e venda mais!

Você sabia que, de acordo com as previsões da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o varejo vai movimentar em torno de R$ 34,3 bilhões esse ano?

Esse valor representa um avanço de 4,3% em relação ao ano passado, o que podemos atribuir à chegada da vacina e ao controle da pandemia do COVID-19. Ou seja, os lojistas não podem deixar de aproveitar essa oportunidade de recuperar seus faturamentos!

Afinal, junto com a Black Friday, o Natal é a data que mais oferece chances de lucros para o setor. Bom, dezembro já está chegando por aí – para começar os preparativos para a época festiva, entenda seu cliente, confira tendências e venda mais nesse final de ano!

1. Como os clientes vão às compras?

Para começar, saiba que a palavra-chave do tópico de compras de Natal é “como”, e não “se”. Um estudo conduzido pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) comprovou que nove a cada dez entrevistados têm intenção de presentear (87%) no feriado, tanto por questões de costume quanto por ser considerado um gesto importante.

Logo, os lojistas podem concluir que esse é umhábito culturalpara os brasileiros e partir para a confecção de estratégias destinadas a inserir os seus produtos e/ou serviços nas listas de compras de Natal, até porque essa não é uma tarefa fácil: o mercado fica ainda mais competitivo, considerando que a média de presentes comprados por pessoa é de apenas 4,3 itens.

Entre eles, os principais escolhidos são as roupas, brinquedos, cosméticos e calçados que não fogem do ticket médio de R$122, valor apontado pelo Fecomércio RN.

Esses são os dados que você precisa ter em mente ao pensar nas tendências das vendas natalinas: os clientes pretendem comprar cerca de 4 presentes e estão buscando por valores não necessariamente caros e nem baratos, mas acessíveis nos termos da época das generosidades.

2. E quais as suas preferências?

Você já sabe como os clientes pretendem ir às compras de Natal, mas sabe quais são as suas preferências na hora de decidir entre as lojas? O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas mostra que os principais presentes comprados são para os filhos e filhas (59%), sendo que eles também receberão o presente mais caro.

Puxando novamente o dado de que as roupas são as principais escolhas para presentar, podemos deduzir que o setor varejista de moda infantil é que mais se beneficia das preferências de Natal, uma ótima notícia para as ótima notícia para quem revende Brandili, principalmente para as lojas especializadas que fazem parte do Projeto Empreenda Brandili, um projeto para quem tem DNA empreendedor e está em busca de um modelo de negócio descomplicado e promissor.

Adentrando mais a fundo nas predileções do setor, podemos descobrir que a maioria dos clientes compram tanto pela qualidade do produto (24%), quanto pelo perfil do presenteado (18%) e pelas promoções e descontos (18%). Não há estudos bem definidos sobre quais são as roupas em si que são mais procuradas, mas podemos deduzir com alguns fatores.

O primeiro deles é do espírito natalino que é evocado em todas nós claro – os itens temáticos e com as cores vermelho, branco, verde e dourado claramente vão ser os preferidos nas compras de Natal. Fora isso, aqui no Brasil podemos considerar também a estação que entra em vigor: o verão pede por peças mais leves e fluídas como os vestidos, camisetas, shorts, bermudas e afins.

Também dá para pensar na preferência que os kits/conjuntos ganham quando estamos comprando presentes, pois dão aquela sensação de comprar mais por menos, são completos e mais fáceis de escolher.

Resumindo, uma receitinha de sucesso para o catálogo de Natal da sua loja é incluir conjuntos roupas infantis de verão que seguem a temática natalina e, claro, as tendências do moda. Aliás, para entender quais são essas tendências e quais as peças que mais vendem normalmente na sua loja, temos um post sobre como fazer um bom controle de vendas que é capaz de te entregar as respostas para essas perguntas!

3. Como preparar a minha loja?

Ufa! Agora você que você já sabe quais são as tendências que ditam as compras de Natal dos clientes, só falta descobrir como preparar a sua loja para atendê-los. Abaixo, separamos algumas dicas simplificadas sobre o processo – se quiser um conteúdo mais completo sobre, e em nosso site disponibilizamos o e-book: “O Guia Completo Para Preparar a Sua Loja no Natal”.

  • Funcionários

Fabio Bentes, o chefe da Divisão Econômica da CNC, declarou numa nota oficial que os varejistas devem recrutar cerca de 73,1 mil trabalhadores temporários neste Natal.

Essa modalidade de recrutamento de pessoas para trabalhos pontuais e não definitivos é a preferida tanto das donas de lojas, pois gera menos custos, quanto dos colaboradores, já que é uma oportunidade de garantir uma renda extra no fim do ano.

Por isso, se você precisar contratar mais funcionários em seu comércio somente para atender a chegada acentuada de clientes no Natal, aposte na modalidade de serviços temporários/freelancer.

  • Fornecedores

Ao analisar quais serão as preferências das suas clientes no Natal, é essencial que você alinhe as novas demandas de estoque de produtos com os fornecedores ou distribuidores. Para isso, encomendas feitas com antecedência, alinhamentos claros e precisos e, claro, a escolha de bons fornecedores são fatores indispensáveis.

  • Controle de qualidade

Como explica a Proteste Brasil, as lojas não são obrigadas a trocar produtos promocionais se esse alinhamento tiver sido feito de forma prévia. No entanto, nas compras online, a chegada de um item errado ou danificado permite que o consumidor devolva-o num prazo de 7 dias sem grandes procedimentos.

Para evitar esse tipo de situação custosa, você precisa garantir que um controle de qualidade seja feito em todos os produtos vendidos. Como a demanda de Natal é alta, esse tipo de procedimento pode acabar ficando de lado, o que é prejudicial tanto para o seu faturamento quanto para a opinião do cliente sob a sua loja digital e física.

E aí, gostou das nossas dicas de como vender mais e insights sobre as tendências das compras no setor varejista de moda no Natal? Então não deixe de acessar o nosso e-book Natalino sobre como lucrar mais e cativar os clientes nessa época do ano tão especial.

Você também pode se interessar:
 Conheça o benefício financeiro PRONAMPE e saiba como receber esse benefício do governo!

Compartilhe este Conteúdo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário