O que é crediário, como funciona, vantagens e desafios

“Qual vai ser a forma de pagamento?”

Crescemos escutando essa frase, certo? Na maioria das lojas e estabelecimentos, as maneiras de finalizar uma compra são diversas: boletos, cartões de crédito e débito, dinheiro em espécie e por aí vai.

Dentre elas, há uma opção que pode ser muito válida para os lojistas, mas que não recebe tanta visibilidade: o crediário. Pensando nisso, nós, do blog Amor por Empreender, preparamos este conteúdo para te apresentar essa forma de pagamento.

Pronto(a) para conhecer as principais características do crediário? Vem com a gente!

O que é crediário?

O termo refere-se a uma das formas de realizar um financiamento de bens ou serviços.

No crediário, o produto é adquirido por meio de parcelas – então, nada de pagamentos à vista.

Um detalhe interessante do crediário é que o consumidor “ganha” o famoso carnê para realizar o pagamento do item adquirido.

No caderninho, estará o valor a ser pago e a data de vencimento de cada parcela – que pode ser dividida em até 48 vezes, ou seja, 4 anos realizando pagamentos.

No geral, eles não costumam ser atrasados devido ao acúmulo de juros – as taxas podem chegar até 6%, conforme as normas do Banco Central.

Aproveite para conhecer os detalhes de descontos em pagamentos à vista! Será que é obrigatório?! Confira.

Como funciona o crediário?

Os empreendimentos que viabilizam o crediário precisam realizar algumas consultas antes de liberar o carnê ao comprador.

Isso porque, para conseguir abrir um crediário em uma loja, é necessário passar por uma análise de crédito.

O motivo dessa verificação é simples: os estabelecimentos precisam certificar que o pagamento vai acontecer – assim, eles garantem que o valor final retorne à instituição.

A análise pode ser efetuada por uma instituição financeira, como bancos ou até mesmo no estabelecimento que você pretende realizar a compra. Se aceito, o cliente receberá a caderneta com o valor total do produto parcelado na quantidade solicitada.

Por exemplo: se o consumidor optar por comprar um produto em 24 vezes, consequentemente, receberá um carnê com 24 folhas de mensalidades!

Como é feito o pagamento do crediário?

Para efetuar o pagamento das parcelas, o cliente pode verificar as opções com a loja. Normalmente, boa parte dos empreendimentos aceitam pagamentos em dinheiro ou com cartão de débito.

As possibilidades podem aumentar se o carnê tiver códigos de barras. Assim, basta realizar um scan ou digitar os números do código em caixas eletrônicos ou pelo aplicativo do seu banco.

Apesar da caderneta ser física, alguns estabelecimentos possibilitam o envio das parcelas via e-mail. Dessa forma, não há riscos de perder o carnê – a não ser que o consumidor esqueça o seu correio eletrônico, aí pode haver complicações no pagamento.

Ah, não podemos finalizar esse tópico sem mencionar que é possível ter desconto no crediário (mesmo após a emissão do carnê). Isso porque há a opção de adiantar as parcelas, basta ir ao estabelecimento e quitar todo o valor.

Não perca a chance de conferir o nosso post sobre a famosa curva ABC! Basta clicar aqui para conferir!

Quais são as vantagens do crediário?

Apesar de ser uma forma antiga de pagamento, o crediário é um método repleto de benefícios, quer ver só?!

Parcelamento amplo

Como vimos, o crediário permite que o consumidor consiga dividir o valor total da sua compra em até 48 vezes.

Quando pensamos em outras formas, como cartões de crédito ou cheques, o cliente não conseguirá mais do que 12 parcelas mensais.

Então, caso o consumidor queira fracionar – ao máximo – o valor total da sua compra, sem dúvidas, o crediário é a melhor opção. Entretanto, é fundamental que o empreendimento garanta que o comprador pague todas as faturas.

Crescimento na receita

Ao considerarmos o tópico anterior como uma vantagem, ele também é responsável por aprimorar as vendas do lojista.

Pense que se um cliente tem a opção de adquirir um produto com o crediário, consequentemente, ele tem uma opção a mais na forma de pagamento, certo?!

Assim, viabilizar o pagamento em mais vezes pode ser o fator que garantirá a venda.

Saiba também tudo que está relacionado à comissão de vendas!

Fidelização de clientes

Um outro benefício do crediário é a conquista do comprador!

Ao oferecer dar a chance dele escolher a quantidade de parcelas que será dividida o pagamento, o estabelecimento reconhece a necessidade do consumidor.

Assim, quando for necessário adquirir outro produto com a mesma forma de pagamento, o cliente já vai saber onde é a melhor opção.

Leia também o post “Potencial cliente: descubra o que é e como identificar“!

Redução nas taxas de juros

O crediário, quando comparado aos cartões de crédito, possui juros muito menores. Além disso, ele não utiliza o limite do cartão de crédito do cliente, o que pode estimular ele a comprar mais.

Anualmente, os valores anuais de mensalidades não pagas do carnê podem chegar a 72%. Porém, esse número não é tão grande, acredita? Isso porque alguns bancos chegam a cobrar 200% de juros!

Gostou de saber mais sobre essa maneira de pagamento? Navegue pelo nosso blog e continue aprendendo mais sobre assuntos relacionados ao empreendedorismo!

Por aqui, você encontra dicas administrativas que vão desde a organização até práticas que podem otimizar o seu negócio! Se ele estiver com os 6 indicadores de sucesso, quer dizer que você está no caminho certo.

Veja só outros assuntos que podem te interessar:

O que é margem de contribuição, exemplos e como calcular

Sistema para lojas de roupas – 9 melhores programas

Desconto à vista: entenda quanto dar e se é obrigatório

Compartilhe este Conteúdo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário