Entenda o que é intraempreendedorismo e conheça alguns exemplos

Com certeza você já conhece e sabe o que significa empreendedorismo, mas e o conceito de intraempreendedorismo? Você já ouviu falar?

Apesar de ter sido criado há mais de três décadas, foi nos últimos anos que o termo ganhou destaque no mundo empreendedor, sendo cada vez mais conhecido, com um crescente de empresas que buscam por colaboradores com atitudes intraempreendedoras.

Montamos um conteúdo com os conceitos, como deve ser um colaborador empreendedor e exemplos de casos incríveis de intraempreendedorismo em grandes empresas. Descubra se você tem as características de um colaborador intraempreendedor ou saiba como despertá-las nos seus funcionários!

O que é intraempreendedorismo

Basicamente, o intraempreendedorismo pode ser representado por atitudes inovadoras dos colaboradores de uma empresa que são tomadas, pensando na melhoria dos processos e na produtividade da própria empresa, indo além do benefício próprio. E aí está a grande diferença para o empreendedorismo. Para facilitar o entendimento entre os dois termos, vamos elucidar com um exemplo.

Imagine uma loja de roupas infantis. Nessa empresa, uma das funcionárias vem percebendo que o sistema de atendimento estipulado por uma ordem sequencial de vendedoras não está convertendo muitas vendas, pois acontecem alguns problemas.

A colaboradora que observou a situação tem ideias para solucioná-la, porém, ao invés de sugerir para a gestora, ela resolve abrir a sua própria loja e proceder de maneira diferente do que ela percebia em seu antigo emprego. Isso é empreendedorismo.

Agora, se a mesma funcionária tivesse usado sua sabedoria e conhecimento para agregar valor aos processos da empresa em que ela trabalhava, ela estaria tendo atitudes intraempreendedoras. Muito mais fácil de entender, não? Muito bem, agora vamos conhecer um pouco mais a fundo os dois tipos de intraempreendedorismo: de valor agregado e spin-off.

Leia também: Saiba o que é Network e crie parcerias para o seu negócio

Tipos de intraempreendedorismo

As pessoas com atitudes empreendedoras estão sempre engajadas em buscar soluções e melhorias para os processos das quais fazem parte. Seja na vida profissional ou na vida pessoal, o empreendedorismo faz parte da personalidade de algumas pessoas e é também uma habilidade que pode ser desenvolvida por qualquer um.

A nossa lista com ótimos filmes sobre empreendedorismo vai te inspirar e te emocionar com histórias incríveis de superação e triunfo! Vamos agora à diferença entre o intraempreendedorismo de valor agregado e o spin-off.

Intraempreendedorismo de valor agregado

Como o próprio nome sugere, podemos entender que as atitudes do intraempreendedorismo de valor agregado são aquelas que, de alguma maneira, geram valor aos processos da empresa, podendo ter influência direta ou indireta na entrega dos produtos finais ou serviços prestados.

Os colaboradores que manifestam esse tipo de atitude estão sempre sedentos por melhorias que possam otimizar o seu trabalho, pois prezam acima de tudo pela eficiência funcional.

Muitas vezes, colaboradores assim precisam de estímulos para se abrir com seus gestores, porque não se sentem à vontade nem “no lugar” de fazer sugestões. Como gestor, fique atento às conversas informais e preste atenção nas atitudes dos seus colaboradores durante a execução de suas funções.

homem e mulher sorridentes sentado em ambiente de trabalho tocando punhos com café na mão

Intraempreendedorismo spin-off

Esse tipo de colaborador vai além e pensa muito mais do que apenas nos processos internos da empresa. Ele é dotado de imensa criatividade e muitas vezes tem ideias mirabolantes que podem vir a se tornar novos produtos e serviços oferecidos pela empresa.

As pessoas que possuem espírito empreendedor geralmente estão ligadas em inovações e dispostas a colaborar quando o assunto é criar coisas novas. Cabe aos gestores saber dar a liberdade para que os funcionários exteriorizem suas capacidades e potencialidades.

As características de um colaborador intraempreendedor

O empreendedorismo e o intraempreendedorismo são duas coisas interligadas, e todo colaborador que possui um comportamento empreendedor pode ser um intraempreendedor de muito valor para qualquer empresa.

Por isso, é importante que a equipe de gestores esteja sempre antenada e aberta para perceber e ouvir as sugestões dos colaboradores em relação aos processos, produtos e serviços que a empresa oferece.

Veja abaixo algumas características e qualidades das pessoas intraempreendedoras:

Criatividade e inovação

Pessoas criativas possuem um senso de inovação por natureza. Elas estão sempre ávidas por novos conhecimentos, novas maneiras de executar os mesmos processos e buscam melhoria contínua dentro dos seus afazeres.

Não se contentam com pouco e não gostam de ficar acomodadas. A melhor atitude que um gestor pode ter em relação a colaboradores criativos e inovadores é incentivar essas características e reconhecer o valor deles dentro da organização.

empresários de negócios reunidos para debater ideias sobre planejamento

Coragem e ousadia

Para intraempreender, também é preciso ter coragem para ampliar a sua zona de conforto e iniciar novos processos e a ousadia para ter a tomada de iniciativa.

Ambas são características marcantes de quem nunca está satisfeito com a estagnação e acredita que a mudança é uma lei da vida — óbvio, que sempre para melhor! Aqui podemos ressaltar o papel das mulheres que têm essas características de sobra. Aliás, saiba mais sobre empreendedorismo feminino.

mulher sorridente empreendedora planejando com notebook e papeis

Nesse caso, cabe ao gestor incentivar ideias em que ele também acredite, porém é importante ressaltar que tudo custa dinheiro e nem sempre as sugestões dos colaboradores poderão ser acatadas, por melhores que sejam.

O papel do gestor é não desestimular os colaboradores, mesmo quando pôr ideias ótimas em prática não é possível. Mantenha-os sempre engajados e conscientes de que as melhorias poderão vir conforme eles continuarem dedicando o melhor pelo crescimento da empresa e deles como profissionais.

Proatividade e eficiência

Funcionários proativos são aqueles que buscam soluções e propõem inovações sem precisar de incentivo. Além disso, estão sempre buscando melhorias para os próprios processos, buscando ser um profissional melhor por meio do aprimoramento pessoal constante.

A eficiência acaba sendo uma consequência da proatividade, afinal, um funcionário proativo está sempre pronto para colocar em prática tudo aquilo que aprendeu, não só com os seus erros, mas com a sua busca incessável por novos conhecimentos.

Quem tem colaboradores assim pode contar com um crescimento certo na empresa. Sempre é válido ressaltar que eles merecem o devido reconhecimento e, se for possível, um planejamento estratégico de crescimento, pois promoções são um combustível para pessoas com características intraempreendedoras.

Espírito de liderança e atitudes colaborativas

Para finalizar a nossa seção das características de pessoas intraempreendedoras, não podemos deixar de considerar o espírito de liderança e as atitudes colaborativas.

O espírito de liderança é fundamental para um colaborador intraempreendedor, pois ele naturalmente consegue conduzir processos e pessoas de maneira educada e respeitosa, mesmo não tendo cargo ou posição superior dentro da empresa.

trabalhadores sorridentes juntando as mão trabalho em equipe

Esse tipo de colaborador consegue engajar os colegas, fazendo com que toda a equipe tenha atitudes colaborativas em relação à empresa, buscando melhorias diariamente para a rotina da empresa.

Exemplos inspiradores de intraempreendedorismo em grandes empresas

Abaixo listamos algumas ideias que partiram de colaboradores de grandes empresas e acabaram se tornando parte dos processos e dos produtos delas. Confira essas ideias incríveis e se inspire, depois, não deixe de conferir nossa lista sobre livros de empreendedorismo!

Gmail – Google

O Gmail surgiu da ideia de um funcionário do Google enquanto trabalhava. De início, a ideia era tão simples que o colaborador conseguiu programar tudo em apenas um dia. Não demorou e toda a empresa já tinha adotado a ferramenta, que passou a ser quase um cartão de visitas para todo novo usuário Google no mundo!

celular apoiado em notebook abrindo gmail

Curtidas do Facebook – Meta

A ideia de curtir as postagens no Facebook também partiu de um colaborador da empresa. A ideia surgiu de um programa interno de inovação, onde os funcionários poderiam sugerir melhorias para a rede social a partir da sua própria experiência. Funcionou tão bem que o mecanismo passou a ser usado por praticamente todas as plataformas de redes sociais que existem!

Você sabe quais são as perguntas mais comuns sobre empreendedorismo? Confira o conteúdo e tire suas dúvidas!

close-up de mão de homem usando smartphone no facebook curtindo foto

McLanche Feliz – McDonald’s

A ideia do McLanche Feliz não partiu de um funcionário, mas de um franqueado da rede. Certa vez, o empresário resolveu atender com mais atenção às crianças e criou o lanche infantil. O sucesso foi tamanho que não demorou muito para todas as lojas da rede no mundo oferecerem o mesmo produto.

combo do McLanche Feliz McDonald

Post-it – 3M

A 3M é outra empresa que lançou um programa de inovação interna e acabou ganhando essa ideia genial. O post-it surgiu de uma necessidade dos próprios funcionários em anotar e registrar certos recados. Os pequenos bloquinhos com a ponta autoadesiva foram um sucesso tão grande dentro da empresa que passaram para a linha de produção e começaram a ser comercializados pela 3M.

vista de cima de blocos de post-it

Essas ideias são inspiradoras, mas sabemos que na realidade muitas pessoas começam a empreender por necessidade. Saiba mais sobre esse assunto e reconheça em si as características de pessoas empreendedoras.

Imagineers – Disney

A Disney é uma empresa que vive da criatividade e uma das que mais desenvolve o intraempreendedorismo no mundo. Um de seus projetos mais conhecidos e de maior sucesso é o Imagineers.

Ele reúne um grupo de animadores para criar curta-metragens com uma inspiração livre. A partir dessas produções, a Disney faz estudos e pesquisas para decidir suas próximas produções.

É uma verdadeira explosão de criatividade, e os resultados são incríveis! Isso só prova que canalizar as energias dos funcionários e incentivá-los a criar faz com que eles se sintam parte de uma empresa que valoriza as suas capacidades e potenciais.

E aí, já está tudo pronto para abrir o seu negócio e e-commerce? Continue acompanhando o blog e encontre conteúdos para diversas situações corriqueiras do seu dia a dia! Até a próxima!

Avalie este post

Compartilhe este Conteúdo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário