Precificação de roupas: 4 principais erros e como calcular

A precificação de roupas é o cálculo envolvendo custos fixos e variáveis, demanda e concorrência. O resultado da conta é o melhor preço possível que o lojista pode inserir no produto.

É imprescindível saber como fazer esse processo, pois a precificação é uma base para manter a estrutura da loja, garantir investimento e obter lucro.

Veja, neste post, os principais erros que lojistas cometem nessa ação e o passo a passo de como precificar corretamente.

4 principais erros da precificação de roupas

Os erros fazem parte da jornada empreendedora, mas, o que pudermos evitar, evitaremos! O maior exemplo de cálculo mal feito é: vender inúmeras peças e, ainda assim, não ter lucro ou fluxo de caixa saudável.

Vamos entender o que leva a esses empecilhos:

1. Colocar o mesmo preço em diferentes peças

Colocar o mesmo preço em diferentes peças é cômodo. Não é necessário realizar cálculos antes, o produto chega ao estoque e rapidamente vai à vitrine. Nesse caso, podem haver produtos cujo preço não cobre o próprio custo.

2. Basear-se apenas na concorrência

A estratégia de precificar com base na concorrência é insegura. A loja de roupas concorrente tem os próprios custos de manutenção, dedica-se ao investimento e tem margem de lucro própria. O cenário é diferente!

Considere o preço da concorrência para entender quanto os clientes em potencial estão dispostos a pagar, mas nunca deixe de olhar para seu próprio empreendimento.

3. Não considerar os custos e despesas variáveis

Os custos fixos ninguém esquece, mas os variáveis consomem boa parte do lucro sem você perceber. Estes custos não são controláveis pelo empreendedor, afinal, o boleto chega apenas com o valor para pagar.

Por exemplo, comissão de venda, horas extras, energia elétrica e água (caso a produção dependa disso).

4. Esquecer de atualizar os preços

É comum que o lojista deixe o mesmo preço por meses, até anos. A desculpa que todos dão é: “se subir, não vende”. Essa atitude mostra que os clientes não entenderam o valor da peça e coloca em risco o fluxo de caixa da empresa.

É importantíssimo entender a sazonalidade da empresa e e inflação do mercado. Portanto, adeque-se às duas situações.

Passo a passo para calcular a precificação das roupas

A precificação de roupas utiliza o markup, a estratégia preferida de especialistas financeiros e economistas. O índice é seguro e de fácil aplicação.

1 ° passo: calcule o markup

O markup é um número multiplicador que você aplica sobre o custo unitário do produto. O resultado é o preço de venda de cada peça. Já ensinamos como calcular em outro post, leia para mais detalhes. Resumindo em uma fórmula:

Preço de venda un. = markup x custo unitário

Dentro do markup, estão inclusos os custos e despesas (fixas e variáveis) da empresa. Entra aluguel do prédio, impostos, água, luz, comissão, insumos, lucro, reserva de emergência, entre outras contas.

Por isso, o índice é confiável. Lembre-se, recalcule o markup a cada reajuste de preços. Essa atualização é fundamental para trabalhar com fluxo de caixa saudável.

2° passo: identifique o custo unitário

O custo unitário considera o valor total pago pelas peças e a quantidade de produtos. A fórmula básica é:

Custo unitário = valor total ÷ quantidade de peças

Nunca pegue o valor do boleto e divida pela quantidade de itens. Dessa forma, você não está considerando o preço pago por cada peça, ou seja, uma meia teria o mesmo custo unitário que um vestido. Na prática, não funciona assim.

Olhe a nota fiscal dos produtos, ela tem todas as informações cruciais do produto (impostos, logística, custo). Calcule individualmente cada custo unitário e anote em uma planilha.

3° passo: aplique o markup em cada custo

A planilha que mencionamos anteriormente é simples. Construa da seguinte maneira:

Descrição Custos totais (R$) Quantidade de peças Custo unitário (R$) Markup Preço de venda (R$)
Vestido 240 12 20 4 80

Esta planilha é visual e prática. Você pode criar no Excel (pacote Microsoft Office do computador) ou Sheets (planilhas online do Google).

Após escolher a melhor forma, crie uma aba para cada tipo de produto (vestidos/camisetas/calças femininas/calças masculinas).

Passo a passo para identificar as abas da planilha:

  1. Encontre uma barra escrito “página 1”, “página 2”, “página 3” e assim por diante na parte inferior da tela;
  2. Clique com o botão direito sobre a “página 1”, abrirá uma caixa de seleção;
  3. Encontre a palavra “renomear” e clique com o botão esquerdo;
  4. Agora, escreva o tipo de produto. Por exemplo, vestidos;
  5. Clique em um lugar vazio da tela com o botão esquerdo. Pronto!

Crie as planilhas individualmente e atualize as informações sempre. Nunca deixe de anotar uma variação. Inclusive, se o preço de venda for muito diferente da concorrência, repense nos custos.

Pode ser que o preço do fornecedor esteja alto, o aluguel está pesando, os insumos aumentaram demais as despesas. Enfim, investigue.

Aprendeu como fazer a precificação de roupas? Continue acompanhando o blog para receber mais instruções de gestão financeira e negócios.

Aproveite para aprender sobre:

Análise de mercado descomplicada

Curva ABC: como isso implica nos negócios

Compartilhe este Conteúdo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário